.posts recentes

. Ignorante

. Falar de quê?

. As sombras

. O poder da vontade

. Apenas imaginar

. As festas

. As casas

. Alcobaça

. A circunstância

. O que me falta

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

Talento e glória

A

o jovem Telmo, ganhador de prémios, artista que luta e já vai sentindo o apreço da fama,

vai o meu desejo de que a sua estada na Russia lhe porpocione  uma grande carreira.

 

 

kkk


publicado por velhoparafuso às 16:17

link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 19 de Agosto de 2007

As pérolas e os porcos

Quando as palavras de outros nos parecem nossas, tal o grau de identificação no mundo das ideias, é imperioso e necessário fazê-las circular, para assim permitir um maior conhecimento do seu significado, intenção e valor. Terminei a leitura do livro "Elogio da Velhice", do grande escritor do século XX, Hermann Hesse, cuja prosa e poesia de grande beleza, me sugeriram a sua publicidade através deste meio.

Quem o ler entenderá a razão de título que foi dado a este post. Sâo mesmo pérolas as suas páginas:

 

                                                  Envelhecer

              

                   Envelhecer é assim mesmo: o que outrora alegria foi

                   É hoje fadiga, a fonte deixa de brotar e fica turva,

                   A própria dor está desprovida das suas nuances

                   Consola-nos a ideia de que em breve tudo acabará.

 

                   Aquilo que outrora combatemos com veemência,

                   Compromissos, fardos e obrigações impostas,

                   Converteu-se em refúgio e consolo;

                   Gostaríamos cada dia de cumprir uma tarefa.

                   

                    Mas também esse consolo não leva longe,

                    A alma anseia por voos  alados.

                    Bem para lá do Eu e do Tempo, pressente a morte,

                    Inspira-a, em ávidos influxos, profundamente.

 

 

       H.HESSE


publicado por velhoparafuso às 18:49

link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 18 de Agosto de 2007

O prazer de ser lido

Para Paula Travelho vão estas palavras de agradecimento pelo seu comentário. Na minha avançada idade e em constante aprendizagem para tentar alguma comunicação com pessoas que sintam a poesia como eu, foi com alegria que o li. As várias formas de expressar sentimentos alicerçam-se mais nas palavras do que em qualquer outra forma de arte. Talvez por isso, a poesia seja hoje mais valorizada do que no tempo da minha juventude, quando era comum ouvir  falar de alguém, depreciando, o seu "geito de poeta".

Este contacto dar-me-à mais ânimo para aventar os meus poemas e algumas apreciações sobre outos assuntos.

Sobre o seu trabalho só posso dizer "obrigada, pela sua sensibilidade e pela forma como usa palavras simples, dando-lhe a riqueza que só uma alma de poeta sabe propocionar."

Maria Eunice- Velho Parafuso -


publicado por velhoparafuso às 16:09

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.tags

. todas as tags

.favorito

. Maratonistas

. o que acontece?

. Ida e volta

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds