.posts recentes

. É só domingo

. Passear comigo

. Abre e vê

. Hábito ou necessidade

. Lágrimas

. Calor e coração

. ...

. Manhã de nada

. ...

. Ignorante

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Amanhã vou voltar para mim

Amanhã, talvez amanhã, encontre a alegria que tem faltado à mão que segura o sonho, e lhe dá formas coloridas. A mão e o sonho são um qualquer projecto numa tela. Por vezes obscuro e indistinto, esse projecto não passa de isso mesmo. E a tela fica tempo sem fim, qual amante fiel, esperando. E eu sonhando que encontro o caminho para o seu início ou até a sua conclusão.

Não há inspiração, vontade de trabalhar escasseia e  para vencer a ideia  de que o que faço é nada,  precisaria de mais motivação.

Por hoje, ou melhor, amanhã vou voltar  a pintar, para concluir o que está começado. 


publicado por velhoparafuso às 22:56

link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Ponto sem volta

Cheguei ao ponto em que tudo sobra.

Como o artista que terminou

a obra

e vê que não utilizou

todos os materiais.

Esses restos são pesos

a mais

 nos ombros vergados.

Quem pode levar os fardos

no caminho que devo percorrer?

Cheguei ao ponto em que devo saber

despojar-me ,

se quero resgatar-me.

É na estrada que se vê

o caminhante.

É hoje, agora e não adiante.


publicado por velhoparafuso às 22:49

link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

O sentido das palavras

Expressar uma ideia é, por vezes, muito dificil. Quando se pretende usar palavras, ditas simples, colocando-as de forma que o som e o seu significado se conjuguem harmoniosamente, e se consegue fazê-lo, obtem-se um prazer pessoal e ,ao mesmo tempo, a certeza de que esse prazer será extensivo a algum leitor que saiba interpretar a nossa exposição.

Também se deve contar com as diferentes interpretações que cada um de nós dá ao que ouve  e ao que lê, causando assim, processos divergentes da ideia que o autor quis transmitir. E nascem polémicas,  críticas e acusações, causadoras de alguma infelicidade nas sociedades.

Por isso, reclamo um claro sentido da palavra, usado após uma análise  também clara,à ideia que o pensamento quer dar de si, pois este deve ser trabalhado pelas intuições que se desenvolvem em nós e por nós.

Isto para bem de muitos e Paz para todos.


publicado por velhoparafuso às 18:19

link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 3 de Julho de 2008

Hora de mudança

Tudo vai mudar este ano. A Vida apresenta-me alternativas e eu tenho de escolher entre o que julgo conhecer ou inventar outro atalho, arriscando os anos que ainda faltam  para partir.

 

Esta decisão talvez esteja já tomada no íntimo e eu não deseje dar-lhe voz. Apenas vou pensando, ou melhor, sentindo no coração a escolha já feita. ESCREVER È LINDO.


publicado por velhoparafuso às 23:07

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags

.favorito

. Maratonistas

. o que acontece?

. Ida e volta

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds