.posts recentes

. O que eu quero de mim?

. Viver e aprender

. Atenta aos sinais

. Saudades de mim

. Um dia diferente

. Intemporal

. A estrada

. ...

. É só domingo

. Passear comigo

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2013

É difícil

Aqui, onde vivo, tudo se move em redor do cuidado, da atenção e de uma comunidade aparentemente sólida, entre pessoas que entram e esperam que tudo se mova em seu redor e as que já estando inseridas nela, apenas aguardam a hora de a deixar para sempre. As palavras são duras, mas o assunto também o é. Nesta bela residência, onde se paga o carinho e a palavra amiga (muitas vezes sincera), vive a doença e a velhice, uma na outra, num caminho sem volta, mas que pode ser usado com ousadia e um certo desprendimento. Mesmo com angústia por quem sofre, podemos libertar-nos desses constrangimentos e usar o tempo para namorar a Vida.


publicado por velhoparafuso às 15:25

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Florir o dia

Com o "rato" inventei um vaso e nele semiei um sonho. E senti a juventude da primavera. ainda a viver a esperança intacta, como só a criança sente. O fundo amarelo sugere o sol, que as nuvens não deixam hoje ver. E o dia, mesmo cinzento, pode florir, porque o desenho existe e o jardim também. O verde da relva, as palmeiras compactas e os pinheiros muito altos, acima dos edifícios, movendo os grandes ramos sob a força do vento. Esta é a janela para tudo que ainda vive ante os meus olhos.


publicado por velhoparafuso às 15:12

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2013

O mar

De onde estou vejo um pouco de mar.

O resto é a imaginação que cria.

Assim sinto o oceano,

e nele as vagas, a espuma

e a força do movimento, 

que a memória

do corpo ainda mantém.

Força bendita, cheia de sons

e de côr, de cheiros e encantamento.

Tão intensa é a lembrança do mar

que vivo nele sem ele e sem nele estar.

 


publicado por velhoparafuso às 18:05

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags

.favorito

. Maratonistas

. o que acontece?

. Ida e volta

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds