.posts recentes

. As mudanças

. A Bisneta

. Meu livro na Nuvem

. O sono e o texto

. Na hora do vento

. As pequenas alegrias

. Dentes voadores e angústi...

. A escrita

. A Honra

. Brincar de velho sendo ve...

.arquivos

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

Quarta-feira, 3 de Janeiro de 2018

O canto da lágrima

Oh.minha Mãe, doi-me a alma.

Oh.minha Mãe, tudo doi.

Mesmo nesta vida calma

eu choro aquela que foi.

 

Oh. minha Mãe, que saudade.

Oh.minha Mãe, o que sou?

Do que fiz, a utilidade,

do que fui, o que ficou?

 

Oh. Mãe, se a Casa volto,

esquecida onde vivi.

E se para ela torno,

Guarda-me dentro de ti.


publicado por velhoparafuso às 11:31

link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Teresa a 3 de Janeiro de 2018 às 20:36
Belo e comovente este poema à sua Mãe. São muitas as saudades daquele tempo em que se poderia recorrer a Ela quando a vida parecia não ter nada de bom para oferecer. A Mãe dava o "colo", as palavras sábias e restituía a esperança.
Ela ara a Amiga incondicional, que tudo dava e nada pedia em troca.
Também tenho muitas saudades da minha Mãe que tudo fazia para que fossemos felizes.
Gostei muito deste grito de alma, tão autentico e emocionante.
Um grande abraço muito amigo.
Teresa


De Anónimo a 4 de Janeiro de 2018 às 03:14
Que lindo poema, Eunice. Uma homenagem à sua querida Mãe.
Mãe é o melhor que temos e quando parte sente-se um vazio imenso, indescritível. Aproveito para fazer aqui também uma homenagem à minha querida Mãe, que a Eunice conheceu.
Sinto muito a sua falta. Vivi com ela 65 anos. Agora, estranha, insegura, desamparada, só, porque o amor que me tinha era único e verdadeiro. Penso nela sempre que preciso para me sentir com coragem e acompanhada lembrando suas palavras, seus gestos, seu sorriso, seu aconchego, seu carinho, enfim, tudo o que me dava com seu coração bondoso, sem nada exigir. Um beijinho grande. Isabel Q


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags

.favorito

. Maratonistas

. o que acontece?

. Ida e volta

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds